Contabilidade

Gestão de Recursos Humanos

Auditoria

Assessoria fiscal e empresarial

Consultadoria de gestão

Gestão fiscal

Gestão financeira

Gestão informática

Who can you trust?

Como seria se tudo fosse mais simples, se pudéssemos voltar aos valores básicos do ser humano? Confiança, proximidade, familiaridade, eram características das sociedades humanas antes de toda a aceleração e complexidade que hoje caracterizam as interacções entre os indivíduos.

A actual crise económica e financeira, para além das consequências negativas que acarreta, impulsiona uma reflexão sobre o que esteve na sua origem. Como todas as crises, é, simultaneamente, uma oportunidade. A oportunidade que nos é dada, hoje, aqui, de olharmos para o percurso que fizemos e entender porque nos trouxe ao ponto em que estamos.

É neste contexto de reflexão que procuramos referências. E a confiança surge como um valor fundamental de orientação em cenários complexos e perturbadores. Confiança nas lideranças, confiança nos princípios reguladores dos sistemas económicos e sociais, confiança nos parceiros profissionais. Uma confiança sem a qual se comprometem as dinâmicas da sociedade, assentes na divisão de papéis, em que cada um cumpre a sua função no pressuposto de que o outro cumprirá a sua. Uma questão de confiança, portanto.

Não estaremos muito longe da verdade se chamarmos a esta uma crise de confiança. Esta forma inovadora de olhar para a génese do estrangulamento económico e financeiro que vivemos, surpreendente de tão simples, poderá ser a chave para a construção das novas e mais sólidas bases de que precisamos para o futuro.